Home»Dicas de Fotografia»Conheça a Escala F-Stop

Conheça a Escala F-Stop

eMania
18
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Já sabemos que antes de disparar a câmera para fazer uma imagem, o fotógrafo deve pensar em diversos fatores, como o enquadramento, a iluminação e a quantidade de luz que deve entrar na lente para atingir o resultado fotográfico desejado. Um erro fácil de ser cometido é deixar a cena iluminada de mais, o que resulta em uma fotografia branca, encobrindo detalhes importantes da imagem.
Felizmente, as câmeras vêm preparadas para contornar esse tipo de “erro” com a configuração chamada de “F-Stop”. Esse ajuste pode ser um pouco difícil para fotógrafos amadores e iniciantes. Por isso, o Blog Emania vai fazer uma explanação desse ajuste para clarear a mente desses profissionais e amadores da fotografia.

Números F: o que são?

De forma resumida, o ajuste F-Stop é uma configuração que faz com que a câmera controle a quantidade de luz que entra através da lente. Para fazer esse “movimento”, a câmera digital possui estruturas que imitam o comportamento do olho humano para registrar uma foto com iluminação adequada. Esses mecanismos são a íris, que vai definir a quantidade de luz permitida, e a abertura, que é por onde a luz entre de fato.
Quando a abertura está muito grande, a lente da câmera capta muita luz. E ao contrário, quando ela está pequena, entra pouca luz. O número F, então, vai definir o quanto ela deve estar aberta de acordo com a iluminação do ambiente.
Com a escala F, é possível aumentar ou diminuir a quantidade de luz que será usada para fazer a fotografia. Quando a abertura possui um diâmetro de 20 mm, por exemplo, significa que a área total de captura de luz é de 314 mm². Dessa forma, o próximo valor da escala teria área de 628 mm² e diâmetro de 28 mm (diâmetro anterior multiplicado pela raiz quadrada de 2).
Pode-se pensar que caso um fotógrafo queira muita luz, basta usar o diâmetro de 40 mm. Se ele quiser pouca luz, é só usar a de 20 mm, ou até mais baixo. No entanto, a escala F não funciona da mesma maneira em todas as lentes fotográficas. As fotografias tiradas com abertura de 20 mm, por exemplo, podem ter quantidades diferentes de luz capturadas. Tudo vai depender da lente utilizada.

Escala F-Stop

Como acontece a alteração dos números F de acordo com a lente?

A abertura vai depender da distância focal da lente, que é o comprimento necessário entre o sensor da câmera DSLR e a lente propriamente dita para focar a imagem corretamente.
Ao utilizar uma lente com distância focal de 40 mm, o fotógrafo vai precisar de uma abertura de 20 mm. Se ele for aumentar esse último valor para 40 mm, ele vai precisar de uma lente maior, com distância focam de 80 mm. Aí já vemos que o tamanho da abertura não é o único fator que vai determinar a quantidade de luz a ser capturada por uma câmera.
Vale lembrar que diferentes configurações de distância focal e abertura podem decorrer na mesma quantidade de luz capturada.
A escala F, então, possui três valores diferentes: o diâmetro da abertura (D), a distância focal (F) e o F-Stop, que é a quantidade de luz capturada pela relação entre os dois primeiros valores. Uma fórmula matemática que representaria bem essa escala seria F/D = x. Com essa fórmula é possível calcular o diâmetro: com a distância focal de uma lente e com a quantidade de luz que se quer capturar, podemos aplicar esses valores à fórmula F/x = D.

Escala F-Stop

Como memorizar a escala F-Stop

A escala F-Stop é apresentada nas câmeras da seguinte maneira: f/2, f/1.4 e assim por diante… É importante compreender que quanto menor for o valor do F-Stop, maior é o diâmetro de abertura de uma lente. Sendo assim, quanto menor for o F-Stop, mais luz a lente vai capturar.
Continua difícil de memorizar a escala? Há um truque! Primeiro, escreve só os valores inteiros da escala, como por exemplo: 1, 2, 4, 8, 16 e 32. Depois, a fim de definir os valores intermediários, é só repetir o primeiro número e dobrar o segundo, dessa forma: entre o 1 e 2, fica 1.4. Entre o 2 e o 4, fica 2.8…
Dessa forma, podemos ver que quando se desce na escala F-Stop, aumenta a abertura. Já ao subir na escala, a abertura diminui. É de acordo com essas funções que se estabelece o que chamamos de lente rápida, que é quando a lente permite uma grande abertura. Da mesma forma que uma lente lenta usa aberturas pequenas, o que diminui a entrada de luz.
A velocidade do obturador pode ser rápida ao usar lentes rápidas, já que mais luz entra pela lente e, por isso, não é necessário deixar o obturador aberto durante muito tempo. Nas lentes lentas, a velocidade do obturador deve ser maior, por exemplo, porque pouca luz está sendo capturada por mais tempo e, assim, a foto não fica escura.

Post anterior

Darklight: ou como filmar mountain-bikes a noite

Próximo post

Guia Completo para Tirar Fotos de Surf Deslumbrantes