Home»Artigos de Foto e Vídeo»Sessão fotográfica fica tão ruim que internet duvida da veracidade

Sessão fotográfica fica tão ruim que internet duvida da veracidade

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
0
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

O mundo da internet possui um poder transformador no sentido mais fidedigno possível a palavra. Independente de qual seja o cunho do fato, fotografia ou situação, uma vez que ele seja repercutido em larga escala através da rede mundial que une os seres humanos de todo o planeta no ambiente virtual ele será taxado de alguma maneira.

Podemos dizer que a fidelidade a característica de poder transformador é tamanha que, realmente, o mundo da internet pode transformar o objeto dos comentários em uma obra-prima sublime ou mesmo a pior demonstração possível do que não se fazer de forma alguma se quiser ter sucesso em sua profissão. E, logicamente, o trabalho de fotógrafo não poderia sair ileso.

Já mostramos aqui não faz muito tempo alguns exemplos desse tipo, como o fotógrafo holandês que ousou em um ensaio de casamento. Ou mesmo o cartunista que resolveu captar em suas lentes estranhas aparições que ocorriam em seu apartamento.

Dessa vez, o que veio a luz do mundo web foi um ensaio fotográfico digno das avaliações mais estupefatas e espantosas possíveis. Isso porque uma moradora do estado norte-americano do Missouri de nome Pam Dave Zaring colocou em sua rede social algumas imagens de uma sessão fotográfica, digamos, um pouco fora dos padrões profissionais aceitáveis.

Ao invés das faces da família aparecerem nas fotografias, contornos um tanto quanto opacos, semelhante a montagens feitas em programas de baixa precisão, aparecem em seus lugares. E isso não é privilégio de uma, mas sim de todas as capturas feitas pela câmera, segundo relatou Pam, da profissional Lesa Hall.

sessao-fotografica-fica-tao-ruim-que-internet-duvida-da-veracidade-eMania-1-23-01
Foto: Lesa Hall

Além de todo o burburinho gerado naturalmente criticando o nível apresentado na sessão fotográfica, existiu uma outra corrente de comentários alegando que, na verdade, a postagem não passava de uma “farsa” montada pela própria Pam com o intuito apenas de atrair a atenção.

Para reforçar essa tese, houve até mesmo uma pesquisa através do nome de Lesa Hall e poucas informações foram encontradas. Outro ponto ressaltado foi o fato da cliente ter simplesmente aceitado o resultado final sem contestar e ainda ter pago a quantia de 250 dólares (mais de R$ 800).

E você, acha que a fotógrafa errou feio na hora de editar o trabalho ou tudo não passou de mais uma pessoa desesperada por atenção na internet? Deixe sua opinião nos comentários!

Post anterior

As 10 melhores câmeras Mirrorless de 2017

Próximo post

Portfólio de fotografia: 7 razões para você montar um hoje mesmo!

O Autor

Alberto Barbosa

Alberto Barbosa

Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, colaborador do Torcedores.com e também do blog eMania.