Home»Dicas de Fotografia»Aprenda tudo sobre o Triângulo da Exposição

Aprenda tudo sobre o Triângulo da Exposição

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
11
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Uma maneira simples de entender a exposição fotográfica é utilizando o triângulo da exposição, que consiste em três elementos essenciais para que a sua fotografia tenha a iluminação certa para mostrar todos os detalhes que você deseja.

Os três elementos do triângulo

1. ISO

É a medida da sensibilidade à luz de um sensor de câmera digital.

2. Abertura

É o tamanho da abertura da lente na hora que a foto for feita

3. Velocidade do obturador

É o tempo em que o diafragma fica aberto, deixando a luz entrar no sensor.

E é na intersecção desses três elementos que a exposição da imagem é desenvolvida.

O mais importante a se entender é que a mudança em apenas um dos elementos vai impactar todos os outros. Isso significa que você não pode nunca isolar apenas um elemento e alterá-lo. Você deve sempre ter a solução para os três na cabeça quando for fotografar.

triângulo da exposição

Metáforas para entender o triângulo da exposição da fotografia digital

Muitas pessoas usam metáforas para explicar o relacionamento entre o ISO, a abertura e a velocidade do obturador e para fixá-lo na cabeça. Vamos citar três aqui. Mas vale lembrar que essas metáforas só funcionam para fins ilustrativos:

A janela

Imagine que a sua câmera é como uma janela com persianas que abrem e fecham.

A abertura é o tamanho da janela. Se ela for maior, mais luz entra por ela e o quarto fica mais iluminado.

A velocidade do obturador é o tempo em que as persianas ficam abertas. Quanto mais você as deixa abertas, mais luz entra.

Agora imagine que está dentro desse quarto e usando óculos de sol. Com o acessório, os seus olhos ficam menos sensíveis à luz que entra pela janela, e isso funciona como um ISO baixo.

Há várias maneiras para aumentar a quantidade de luz que entra em um quarto. Você pode deixar as persianas abertas por mais tempo (diminuir a velocidade do obturador), você pode aumentar o tamanho da janela (aumentar a abertura), ou você pode tirar os óculos de sol (deixar o ISO mais alto).

triângulo da exposição

Banho de sol

Outra maneira de entender o funcionamento da exposição na fotografia digital é pensar nela como se você estivesse se bronzeando.

Algumas pessoas não conseguem se bronzear porque têm a pele muito clara e sensível. Ao contrário disso, elas se queimam mais que qualquer coisa. Seu tipo de pele é como se fosse a medida do
ISO: algumas pessoas são mais sensíveis que outras.

A velocidade do obturador, nessa metáfora, é como se fosse o tempo que você passa embaixo do sol. Quanto mais você ficar embaixo da luz solar, maiores são as chances de você conseguir um bronzeado. Se você passar tempo demais no sol, sua pele vai queimar. Transferindo a metáfora para o mundo da fotografia, isso significa que a sua imagem ficará superexposta.

Já a abertura é como se fosse o protetor solar que você passa na pele. O produto bloqueia o sol em níveis diferentes, dependendo do fator de proteção. Aplicar um protetor solar com o FPS alto diminui a quantidade de radiação solar que atinge a sua pele – e como resultado, uma pessoa com a pele sensível pode passar mais tempo embaixo do sol com o produto.

 

Como citado anteriormente, nenhuma dessas metáforas sobre a exposição fotográfica é perfeita, mas as duas ilustram bem a conexão entre o triângulo da exposição, que consiste na velocidade do obturador, a abertura do diafragma e o ISO em sua câmera digital.

Juntando tudo

Dominar a arte da exposição é algo que exige um pouco de prática. Em algumas situações, até os fotógrafos mais experientes sentem dificuldades ao escolher a exposição correta.

Para começar a entender como esse sistema funciona, tenha em mente que cada pequena mudança em cada um dos elementos do triângulo da exposição não muda apenas a exposição da imagem, como impacta também em todos os outros aspectos dela. Mudanças na abertura, por exemplo, impactam na profundidade de campo da imagem; já as alterações no ISO podem criar, ou diminuir a quantidade de ruído na imagem; e a velocidade do obturador impacta no modo como o movimento é capturado pela câmera fotográfica.

triângulo da exposição

O bom da fotografia digital é que ela permite muitos testes, erros e acertos até você dominar uma determinada técnica. Você pode fazer quantas fotografias quiser, em diferentes exposições, sem custos extras.

Então pegue o seu equipamento fotográfico hoje mesmo e saia por aí para treinar!

Post anterior

13 livros de fotografia indispensáveis para a sua carreira

Próximo post

Passos para se decidir tornar um fotógrafo profissional

O Autor

Mariana Paschoal

Mariana Paschoal

Jornalista formada pela Universidade Estadual de Londrina, tem experiências em diversas áreas da comunicação, como radiojornalismo, webjornalismo, assessoria de imprensa e fotojornalismo.