Integração em Avatar 2 é detalhado por Diretor de Fotografia do Filme

0 312

Lançado oficialmente nos cinemas brasileiros em 15 de dezembro do ano passado, o filme Avatar 2: O Caminho da Água teve um desafio especial proposto pelo contexto da história: integrar um personagem humano (caso de Spider, interpretado por Jack Champion) ao ambiente altamente virtual que é exibido na obra.

Em entrevista para o site Indie Wire, o diretor de fotografia da obra que traz a continuação do aclamado filme lançado em 2009, Russell Carpenter, deu maiores detalhes sobre quais as estratégias utilizadas. Dentre elas, a questão da iluminação foi destacada como elemento fundamental em meio a trama que tem um intenso jogo de câmeras:

Integração em Avatar 2 é detalhado por Diretor de Fotografia do Filme
Divulgação

– Eu tinha um trabalho: fazer Spider habitar esse mundo virtual enquanto a câmera se move loucamente. A iluminação tinha que estar na medida certa, pois todos nós sabemos como é um por-do-sol ou qual sombra é feita em uma floresta e, se você se desviar disso e fizer algo errado com uma luz que não deveria vir dali, você pode se meter em problemas rapidamente. A ilusão de que Spider está ali do lado de um Na’vi iria desmoronar.

O diretor de fotografia também pontuou sobre os recursos de embasamento para conseguir trazer o maior grau de realismo possível as movimentações dos Na’vi, povo natural da lua Pandora que estrela o filme.

Integração em Avatar 2 é detalhado por Diretor de Fotografia do Filme
Reprodução/YouTube

– Tudo foi baseado em algo real. Se nós temos um visual de animal fantátisco no filme, ele replica a locomoção de um animal no nosso planeta para que não pareça algo fantasioso, feita por computador -adicionou Carpenter.

E você, gostou do trabalho feito pelo diretor de fotografia na obra que segue sendo exibida nos principais cinemas do país? Ainda não viu o filme em questão? Deixe sua contribuição nos comentários!

você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.