Home»Artigos de Foto e Vídeo»Como Resolver os Maiores Problemas com Aerofotografia?

Como Resolver os Maiores Problemas com Aerofotografia?

eMania
20
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

A aerofotografia é uma importante habilidade comercial, principalmente, com o mercado imobiliário como cliente fiel deste tipo de fotografia. Afinal de contas, a aerofotografia é a melhor maneira de ilustrar o valor comercial de um edifício ou um pedaço de terra.

Do mesmo modo, aerofotografia tem o seu valor artístico muito ressaltado. Este alto reconhecimento tem um motivo, as fotos mais belas, geralmente, são capturadas do ar, não concorda?

Entretanto, uma coisa raramente é trabalhada na aerofotografia: a experiência de quando você está no ar, ou seja, você quase nunca irá ver uma imagem panorâmica do céu e quando ver, não é isso que chamamos de aerofotografia. Na aerofotografia o objetivo é captar pessoas, objetos, paisagens ou construções a partir do ar e é isso que precisa ser feito.

Contudo, para conseguir uma excelente fotografia aérea você precisa levar alguns pontos em consideração, as coisas podem ser simples, mas a atenção é necessária para garantir um bom resultado. Aí vão algumas dicas para tomar nota em sua aerofotografia.

1.     Avião ou helicóptero?
aerofotografia ESCOLHA

Em primeiro lugar, o fotógrafo deve decidir se deve optar por um avião ou helicóptero. Esta é uma questão complexa e de extrema importância para sua aerofotografia, a partir deste ponto é que os próximos passos serão dados.

Para você decidir pelo melhor transporte em busca de suas fotos aéreas, você precisa conhecer a diferença entre eles. Os aviões são fáceis de tomar emprestado de amigos ou alugar em escolas de voo locais, mas a asa do avião pode interromper a sua visão na hora de capturar as fotos.

Os profissionais de aerofotografia da velha guarda dizem que se suas fotos não são boas, quer dizer que você não está perto o suficiente. Por outro lado, a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) estabelece a altura mínima para voos comerciais ou de passeio. Isso quer dizer, que você não vai poder chegar muito próximo ao seu assunto com um avião.

Além disso, os aviões não podem voar a uma velocidade muito baixa, o que impede captar várias imagens de aerofotografia do mesmo assunto, pois você precisa sobrevoar o objeto por mais de uma vez até conseguir as fotos aéreas perfeitas.

Todavia, nem tudo está perdido. Ainda existem opções perfeitas de aviões para sua aerofotografia. Mas, quais são os melhores aviões para missões de aerofotografia? Tradicionalmente, as aeronaves Cessna de asa alta são favorecidas por suas velocidades lentas e janelas amplas que se abrem totalmente e permitem um ângulo melhor. O Cessna 177RG é provavelmente o melhor desta espécie.

No entanto, se o preço e a falta de liberdade não permitem você usar um avião em sua aerofotografia, você ainda tem uma segunda opção. Com um helicóptero, você pode voar com a porta totalmente aberta e em alguns modelos, até ausentes. Você agora tem completa liberdade de usar sua câmera como você faria em qualquer outra situação. Um helicóptero também pode voar em qualquer altitude, tudo o que você precisa é de uma área aberta para sobrevoar sem comprometer a segurança de pessoas ou objetos.

Na prática, isto significa que os helicópteros podem voar muito baixo, de fato. A velocidade mais eficiente para um helicóptero é geralmente de cerca de 60 mph e, se necessário, a máquina pode pairar sobre o solo, tornando possível conseguir uma aerofotografia deslumbrante com várias perspectivas.

2.     Os Helicópteros são seguros?
aerofotografia helicoptero

Helicópteros modernos são extremamente confiáveis ​​e muito improváveis que ocorram falhas mecânicas. A taxa de acidentes fatais com helicópteros é cerca de 1 em cada 100.000 horas de voo. Mesmo assim, a maioria dos acidentes está relacionada com mau tempo ou um piloto tentando uma manobra difícil, tais como pousar no quintal de seu amigo e não perceber as árvores ou fios de alta tensão.

Por outro lado, se você estiver voando unicamente para aerofotografia é improvável que você iria sair em condições atmosféricas perigosas, pois, os tipos de clima perigosos para voar são geralmente aqueles que tornam a fotografia impossível. Você provavelmente vai decolar e aterrissar em um aeroporto, uma enorme área aberta que elimina o risco nessas manobras.

Quais são os principais riscos, então? Quando um helicóptero é trazido a um ponto no meio do céu e permanece parado por muito tempo e, em seguida, desce lentamente, ele acaba por entrar em contato com o seu próprio ar perturbado, o que pode fazê-lo descer ligeiramente.

Esta manobra é tão perigosa que está presente na simulação da maioria dos cursos para pilotos de helicóptero. Entretanto, no faz de conta é mais fácil de lidar com isso do que quando ocorre ao vivo e a poucos metros do chão, como pode acontecer em uma sessão de aerofotografia.

Peça ao seu piloto para circular o local escolhido para a aerofotografia e não estacionar o helicóptero no ar. Se precisar realmente taxiar o helicóptero, certifique-se de que você está apontando na direção do vento. Opte por um piloto experiente para conseguir lidar com essa e outras situações perturbadoras, mas não peça nada muito extravagante a fim de não correr riscos.

Os pilotos do helicóptero sentam no banco direito da aeronave, já o profissional de aerofotografia provavelmente vai ficar ao lado esquerdo. Tome cuidado com as coisas que carrega em seu bolso, se elas caírem podem ir em direção ao rotor de cauda. Este é o tipo de coisa que você não quer experimentar, você pode esperar nesta situação a pior falha do rotor de cauda, ​​o que leva o helicóptero a uma auto rotação, então, mantenha as suas coisas bem guardadas, de preferência sobre o banco.

Outro aspecto de segurança essencial é que você não deve entrar ou sair do helicóptero enquanto as lâminas estão girando. Para evitar quaisquer acidentes neste sentido, agache um pouco e mantenha contato visual com o piloto.

3.     Onde obter um helicóptero?
aerofotografia escolher helicoptero

A maioria das grandes cidades tem empresas especializadas que podem alugar um helicóptero para você fazer a sua aerofotografia. Os valores podem variar de R$ 900 a 2000 mil reais por hora, dependendo da região onde pretende realizar a aerofotografia.

Uma segunda opção é buscar por escolas de voo de helicóptero, elas costumam cobrar uma valor mais baixo, o que pode cair como uma luva em seu orçamento para aerofotografia. Logicamente, os modelos de helicóptero para instrução de novos pilotos serão mais básicos, porém, desde que tenham espaço suficiente para você, equipamentos e piloto pode ser usado para aerofotografia sem nenhum problema.

Ainda existe mais um artifício para conseguir um helicóptero para sua aerofotografia, os pilotos freelancer. Eles possuem a sua própria aeronave e, na maioria das vezes, aplicam um preço diferenciado em relação às escolas e empresas de aviação. Procure por esta opção para chegar à melhor solução para o seu caso.

4.     Melhor hora do dia
aerofotografia melhor hora

Contrariamente às teorias apresentadas por alguns cientistas, a Terra é realmente muito plana, especialmente, na aerofotografia. Fotos aéreas tiradas no horário do meio-dia, quando o sol está alto, não permitem uma aerofotografia de sucesso. Neste período a Terra pode parecer ainda mais plana em suas fotos aéreas em decorrência do excesso de luminosidade.

Você terá melhores resultados com a aerofotografia, decidindo voar na primeira ou na última hora do dia, quando o ângulo do sol irá produzir sombras que possibilitam aos espectadores entender as formas das colinas e estruturas nas suas fotos aéreas. Em outras palavras, as sombras permitem identificar a forma e cores das coisas, na aerofotografia isso significa uma foto de tirar o fôlego.

5.     Filme ou digital?
quarta aerofotografia

Na aerofotografia você precisa circular o assunto até encontrar o melhor ponto de vista, isso quer dizer que neste caso é necessário aproveitar cada segundo. Como você não faz ideia da quantia e qual foto aérea vai escolher para identificar o seu trabalho é bom conseguir um bom estoque delas. Não quero assustá-lo, mas na maioria das vezes, a cada 50 imagens captadas, você estará selecionando poucas delas para apresentar o seu trabalho.

Este é um grande momento para usar uma câmera digital com o cartão de memória de maior capacidade possível. Encha o seu cartão de memória e escolha a melhor opção para o seu projeto de aerofotografia em outro momento.

Outra vantagem da câmera digital é a capacidade de visualização instantânea após a captura. A verdade é que as pessoas levam algum tempo para manter a sua atenção afiada quando estão em um local desconhecido, na aerofotografia, isto significa que você vai precisar conferir instantaneamente as imagens para garantir o sucesso de seu trabalho. Além disso, a aerofotografia é o cenário perfeito para você se deparar com um erro grave, tome cuidado!

Ao usar uma câmera digital de estilo profissional, defina o formato de arquivo para “RAW” para que você possa ajustar a exposição em seu computador mais tarde. Quando no ar, se concentre apenas em obter o enquadramento e foco perfeito para a sua aerofotografia.

6.     Vibração e aerofotografia em movimento
aerofotografia movimento

Provavelmente, você já ouviu o conselho que as imagens mais nítidas são tiradas com a câmera em um tripé, usando o auto temporizador ou um cabo disparador para garantir que o toque dos dedos do fotógrafo não movimente a câmera. Então, como é possível obter uma aerofotografia nítida de um helicóptero ou avião movendo-se rapidamente?

Os fatores que influenciam na mancha em movimento na aerofotografia são os seguintes:

  • Velocidade do obturador, quanto mais rápido melhor
  • Ajuste de ISO, a configuração mais alta permite velocidades mais rápidas do obturador
  • Lente grande angular / Lente telefoto, se você aumentar o zoom em uma perspectiva de telefoto, você está ampliando o assunto, mas também ampliando o movimento
  • Velocidade da aeronave, quanto mais lenta melhor
  • Estabilização de imagem na câmera ou na lente, ligue para contornar os efeitos da vibração em sua aerofotografia
  • Montagens de giroscópios, estes são essenciais para o vídeo

A maneira mais fácil e melhor para congelar o movimento é usando uma velocidade rápida do obturador. Uma configuração em torno de 1/500 ou 1/750 congela o chamado mancha em movimento com lentes de até 100mm de comprimento em uma câmera full-frame.

Em uma Câmera SLR digital, defina o modo de exposição para “S” como “prioridade de abertura”. Use o botão de controle principal para selecionar “500”, “640” ou “750” e o medidor interno da câmera vai determinar a abertura da lente correspondente para uma exposição correta dada a iluminação. Em quase todas as câmeras digitais compactas, você pode fazer a mesma coisa, mas requer explorar o menu com mais detalhes.

Quando for fazer aerofotografia em um dia ensolarado, provavelmente você pode conseguir excelentes fotos aéreas, com uma abertura de f / 5.6 e imagens saindo com boa aparência na tela de visualização. No entanto, se as suas imagens aparecem muito escuras em uma abertura de f / 2.8 é bem provável que está tentando fotografar no final da tarde em um dia nublado e as lentes não vão abrir o suficiente para admitir toda luz necessária para sua aerofotografia.

Você pode aumentar a sensibilidade da câmera à luz ajustando o ISO, para contornar esse problema com sua aerofotografia. Em contra partida, a maioria das câmeras não conseguem um bom desempenho em uma configuração ISO alta e este é maior motivo para os fotógrafos de aerofotografia comprar câmeras DSLRs. Quanto maior o sensor, melhor o desempenho em condições de pouca luz.

Uma vantagem da utilização de um helicóptero é que raramente necessita de uma lente acima de 100mm para isolar um local de interesse em sua aerofotografia. Porém, se as fotos vão ser capturadas a partir de um avião e tirar fotos de edifícios, você vai precisar usar lentes de telefoto de 200 mm ou mais, o que vai exigir maior velocidade do obturador para congelar a trepidação da câmera.

Se sua câmera ou lente tem um estabilizador de imagem, não deixe de usá-lo por qualquer motivo. Quando isso não é suficiente, uma vez que nunca será para o vídeo, a solução padrão é montar a câmera em um estabilizador giroscópio.

Um último conselho para evitar a trepidação da câmera seguindo os movimentos da aeronave é não deixar o seu corpo rígido, fazendo resistência ao helicóptero, por exemplo. Tente sentar-se calmamente e não toque com seus braços ou a câmera contra qualquer parte do helicóptero ou avião.

7.     Lentes apropriadas
lentes aerofotografia

Antes de subir a bordo para iniciar a sua aerofotografia, você precisa calcular o comprimento focal e deve ainda considerar a diferença entre a aerofotografia em um avião ou em um helicóptero. Por exemplo, se o projeto é fotografar uma casa em um lote de mil metros quadrados com uma Câmera SLR digital de pequeno sensor, a lente necessária é de 225 milímetros de um avião ou 70 milímetros de um helicóptero.

Na tentativa de capturar a experiência de voar, os comprimentos focais grandes, entre 16 e 28 milímetros (full frame) são os mais úteis. A lente com grande comprimento focal, inevitavelmente, pode incluir partes da aeronave na imagem, mas esses pequenos detalhes também estão incluídos na experiência de aerofotografia. Para incluir o interior da aeronave, por exemplo, use um flash na câmera para equilibrar a luz no interior do avião ou helicóptero em relação com a cena brilhante lá fora.

Em outros tipos de fotografias, você tem o dia todo para tirar a foto perfeita, pode usar de um saco de lentes prime que dispensam a necessidade do zoom e mover o tripé há alguns pés a cada 10 minutos para experimentar diferentes perspectivas. Contudo, em um helicóptero você está literalmente queimando o seu dinheiro, a uma taxa que pode chegar a milhares de reais por hora. Neste caso, você não pode largar mão de uma lente de zoom, mesmo que isso signifique ter de sacrificar a qualidade da imagem, como bônus você ganha em troca estabilizadores de imagem integrados na maioria das lentes profissionais deste gênero.

8.     Não se esqueça de olhar para baixo … Diretamente para baixo
aerofotografia Baixo

Quanto mais o ângulo se torna íngreme, a aerofotografia fica menos convencional, isso quer dizer mais charme e qualidade para o seu trabalho.

Não se preocupe, pois os helicópteros podem ser facilmente colocados a 60 graus e até mais e isto com a total segurança. Oriente o seu piloto para fazer uma “curva acentuada” e apenas incline-se ligeiramente para apontar a câmera quase diretamente para baixo. Você vai se surpreender com o resultado em sua aerofotografia.

Conclusão sobre a aerofotografia
aerofotografia Conclusão

Uma das melhores razões para levar a aerofotografia como a sério é que ela pode ser a única maneira de ver determinadas perspectivas de pontos turísticos, paisagens e até mesmo áreas privadas.

A aerofotografia reúne uma experiência única e emocionante e, ao mesmo tempo, fotos aéreas de tirar o fôlego de qualquer fotógrafo profissional. A maneira como você leva seu trabalho será determinante para o sucesso de sua aerofotografia.

Neste artigo, você pode conferir algumas dicas para impulsionar a sua aerofotografia, se você tem algo a adicionar, ou simplesmente quer deixar a sua opinião, por favor, use o campo de comentários abaixo. Não deixe também de compartilhar esta informação com os seus amigos!

Post anterior

Dicas de como fazer lindas fotos de casal

Próximo post

Bokeh sonhador com lente soviética