Home»Dicas de Fotografia»Dicas para uma fotografia embaixo d’água incrível

Dicas para uma fotografia embaixo d’água incrível

eMania
4
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

O mundo embaixo d’água é completamente diferente do que vivemos. E fazer uma fotografia embaixo d’água é registrar essa realidade paralela e diferente a todos que não tem a oportunidade de conhecê-lo. Mas mais que isso, fazer essa imagem é curtir a natureza e aproveitar uma chance que poucas pessoas vão ter durante toda a vida. Por isso, a responsabilidade de retratar esse universo aquático é grande. Sendo assim, confira algumas dicas essenciais para tirar o máximo de qualidade que você puder nessa categoria fotográfica.

Fique confortável embaixo d’água

Um dos elementos mais importantes da fotografia embaixo d’água é se sentir confortável no ambiente. Lembre-se que o fotógrafo se torna uma plataforma flutuante, na qual a câmera digital se apoia. A habilidade de nadar bem – e, em alguns casos, rapidamente para alcançar o objeto principal da imagem – é necessária.

fotografia embaixo d'água

Entenda a vida marinha

Para criar qualquer boa imagem, você precisa conhecer o que você vai retratar para ser capaz de capturar a sua essência. Esse conceito é ainda mais importante quando se trata de fotografia embaixo d’água. Quais criaturas você pode se aproximar? Elas são perigosas, ou não? Entender o comportamento dos animais permite que você crie fotografias incríveis. Entenda padrões de nado e outros detalhes. Por exemplo, quanto mais fundo você for, menos cor você tem – os tons vermelhos são os primeiros a desaparecer. Saber as cores da vida marinha vai fazer com que você crie uma composição mais viva e interessante.

Escolha o equipamento correto

Ao escolher qual equipamento fotográfico usar, tenha em mente que existem dois sistemas básicos e diferentes: uma câmera portátil em um case a prova d’água e uma DSLR em uma capa subaquática com lanternas externas.
O primeiro sistema tem algumas vantagens, como a facilidade no uso e a economia. As câmeras compactas também são divertidas para fazer fotografias na superfície, onde há muita luz. Uma das desvantagens, no entanto, é a incapacidade do fotografo de direcionar a luz, já que o flash dessas câmeras está incorporado no equipamento.
Muitos fotógrafos profissionais usam as Câmeras DSLRs porque eles podem ter o total controle do sistema para a fotografia embaixo d’água. Com a Câmera DSLR é possível controlar a abertura e a velocidade, dependendo da situação, ou do efeito desejado. Com elas, também é possível direcionar a luz, já que o flash da câmera fica na parte externa do equipamento.

Esteja familiar com as configurações básicas da câmera

Para melhorar a fotografia embaixo d’água, é preciso ter conhecimento e controle das configurações básicas da câmera:
1. Balanço de branco
2. ISO
3. Abertura
4. Velocidade
5. Foco

Use a luz disponível

O flash nem sempre é a melhor solução. Ele pode valorizar uma imagem, mas tenha em mente que ele não é a única opção. Se você dominar bem a sua capacidade de fazer uma fotografia embaixo d’água, há várias imagens incríveis a serem feitas com a luz disponível no ambiente. Para isso, ajustar as configurações de abertura é muito importante.

Use piscinas como ambientes de teste

Antes de mergulhar em um oceano, rio, ou lago, pratique a fotografia embaixo d’água em uma piscina. As piscinas são um ambiente segura, calmo e controlado para você aprender as configurações da câmera, experimentar novas técnicas e se certificar de que o seu equipamento está em ordem.

Aprenda e use as regras de composição na fotografia embaixo d´água

Fotografia embaixo d’água é fotografia. Então, as mesmas regras e conceitos podem ser aplicados. Só porque você está fotografando na água não quer dizer que você vai conseguir imagens fantásticas. Boas imagens são criadas. Aprenda e pratique as regras de composição, incluindo a regra dos terços, linhas guia e movimento.

Aproveite a experiência

Lembre-se que você não pergunta para fazer fotos, você mergulha para aproveitar o fato de estar imerso a um universo alternativo. Você mergulha para compartilhar e curtir esse espaço diferente com seus habitantes. Se você fizer disso uma prioridade, boa fotografias serão apenas consequência.

Post anterior

Dicas para fazer boas fotos em câmera de celular

Próximo post

Qual a diferença entre a fotografia profissional e amadora?