Home»Dicas de Fotografia»A diferença entre as Lentes EF e EF-S

A diferença entre as Lentes EF e EF-S

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
5
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Muita gente se pergunta qual é a diferença entre as lentes EF e EF-S da Canon. Nesta dica, você saberá as características dessas objetivas projetadas para a linha de câmeras DSLR.

A primeira coisa a saber aqui é que entre os vários modelos de câmeras Canon, existem dois tipos de sensores. Os maiores, chamados de Full-Frame, e os menores, chamados de APS-C. Se você tem dúvidas sobre isso, dê uma olhada nessa dica sobre sensores.

Grosso modo, pode-se dizer que as lentes EF-S foram projetadas para funcionar em câmeras com sensor APS-C e as lentes EF foram desenvolvidas para APS-C e Full-Frame.

Características das lentes EF-S

Como o sensor APS-C é 60% menor que o Full-Frame, precisa de uma imagem menor sendo projetada através da lente. Dessa forma, as objetivas Canon EF-S são construídas com elementos ópticos menores e mais simples. Essas particularidades levam estas lentes a serem mais leves e mais acessíveis, como acontece no exemplo da Canon EF-S 10-18MM F4.5-5.6 IS STM.

Lente Canon EF-S 10-18MM F4.5-5.6 IS STM

Para valorizar a praticidade, a acessibilidade e o tamanho das lentes EF-S, a Canon criou o bocal EF-S, um padrão que aceita tanto lentes EF-S quanto EF e está presente em câmeras de sensor APS-C como a EOS Rebel T5i, a EOS Rebel T6i,  a EOS Rebel T7i e a EOS 70D, por exemplo.

Para identificar o padrão EF-S, basta reparar nos pontos coloridos do bocal: o sinal vermelho representa a compatibilidade com as lentes EF e o pequeno quadrado branco sinaliza a aceitação para as lentes EF-S. Respectivamente, estes sinais também estão no corpo das lentes a que se referem.

Bocal EF-S, compatível com lentes EF-S e EF

Características das lentes EF

As câmeras Full-Frame, que têm um sensor com um tamanho próximo ao do filme de 35mm, precisam de uma projeção de imagem maior para que toda a sua área seja preenchida. Para atender essa demanda, as têm elementos ópticos maiores.

Em sua maioria, as lentes EF possuem maiores aberturas de diafragma, o que torna estas objetivas mais luminosas. A construção é mais robusta e a imagem projetada tem mais nitidez.

Um exemplo que pertence à categoria das lentes EF é a Canon EF 16-35mm F/4L IS USMuma objetiva muito utilizada entre os fotógrafos. As câmeras com sensor Full-Frame são a EOS 1D, EOS 5D, EOS 5Ds, EOS 5D R e EOS 6D.

Lente Canon EF 16-35mm F/4L IS USM


Usando lentes EF em câmeras APS-C

O funcionamento nesse caso será perfeito. Como a imagem projetada pela lente será maior do que o sensor, apenas uma parte da imagem será registrada.

É como se a fotografia realizada num sensor Full-Frame tivesse as margens dobradas ou escondidas. A área restante da imagem será a capacidade de captação do sensor APS-C. Esse efeito é chamado de fator de corte. Veja no exemplo abaixo.

Sensor FULL FRAME e Sensor APS-C

O sensor APS-C, conhecido como cropado, registra uma parte menor da imagem que é gerada pela lente. O fator de corte de 1,6x faz com que uma lente 50mm, por exemplo, seja equivalente a uma 80mm (50 x 1,6 = 80). Não por causa da lente, que permanece com a mesma distância focal, mas sim por causa do sensor, que capta apenas uma parte da imagem gerada pela lente.

Importante: é preciso ter em mente que a distância focal da lente sempre será multiplicada por 1,6 quando usada em câmeras APS-C. Isso ocorre tanto quando se está usando lentes EF quanto EF-S, pois a distância focal informada na lente refere-se sempre ao padrão Full-Frame.

Ou seja, uma câmera de sensor APS-C com a lente Canon EF-S 10-18mm F4.5-5.6 IS STM, por exemplo, terá um ângulo de visão similar a uma 16-29mm em uma câmera digital com sensor Full-Frame.

Na verdade, o fator de corte pode ser uma vantagem em algumas situações. Digamos que que seja necessário captar assuntos a longas distâncias. Usando o fator de corte a seu favor, sua câmera poderá captar essas imagens de forma mais detalhada, utilizando o “aumento” da lente graças ao fator de corte.

É muito importante salientar que, originalmente, as lentes EF-S não se encaixam nas câmeras que possuem o sensor Full-Frame, pois têm construção diferente do aceitável destes modelos e permitem a passagem de menos luz ao sensor.

—————————————

Independentemente do padrão de sua preferência, a Canon possui lentes que atendem a todas as intenções de enquadramentos, desfoques, claridades, etc. Tudo sempre estará associado às condições de cada fotógrafo e a quais imagens se deseja captar.

Fonte: College Canon

Post anterior

Situações para usar câmeras Full Frame ou APS-C

Próximo post

OS MELHORES FILMES SOBRE FOTOGRAFIA: CLOSER - PERTO DEMAIS

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania