Home»Lançamentos»Adobe lança sistema de armazenagem e venda de fotos

Adobe lança sistema de armazenagem e venda de fotos

1
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Os usuários constantes dos programas de tratamento de foto, principalmente aqueles que utilizam a ferramenta para manuseio a nível profissional e precisam ter os resultados a mão facilmente sem ocupar a memória da máquina, irão ganhar em breve uma opção muito interessante nesse sentido.

Isso porque, com a atualização mais recente revelada pela empresa norte-americana Adobe, eles poderão participar de uma espécie de “mercado criativo”, inserido dentro da Creative Cloud (CC).

Nesse tipo de “nuvem criativa” formulada pela Adobe, será possível agora armazenar todas as suas imagens e até mesmo fazer a comercialização dessas fotos dentro da própria plataforma, proporcionando espaço de estocagem e segurança na mesma ferramenta.

Adobe-Creative-Cloud-Post-1-20-06

A iniciativa de criação desse tipo de local foi comprovadamente uma tomada de decisão para atender a demanda de mercado, revelou o vice-presidente senior da Adobe, David Wadhwani. Isso porque, segundo David, foi contatado que 85% dos compradores de imagens já utilizavam um programa Adobe, fazendo com que agora todo o processo seja feito dentro do próprio ambiente da companhia.

Tanto para o Photoshop como também para o Lightroom (versão compactada do PS), a atualização traz uma ferramenta de retirada ou inserção dos efeitos de fumaça ou neblina que possivelmente a câmera tenha captado principalmente em retratos de paisagem. Houve melhoria também na variedade de blur, com opções unicolor ou multicoloridas, graças a ferramenta denominada como Additive Noise (adição de ruído).

Adobe-Creative-Cloud-Post-2-20-06

As ferramentas do programa também tiveram melhorias no sentido de velocidade de execução e visualização dos resultados. A questão teve uma evolução prometida tão latente que a própria Adobe relata um índice de melhoria em até 120x mais rápido que as mesmas funções do CS6.

Os planos previstos para o serviço de compra de imagens estarão divididos em modalidades que vão de US$ 29,90/mês por 10 imagens, ideal para quem faz uso pontual, até US$ 199, que prevê 750 imagens disponíveis e é mais apropriado a estúdios profissionais ou mesmo veículos de comunicação.

Comentários

comentários

Post anterior

Sony Action Cam: a câmera de ação concorrente direta da GoPro

Próximo post

O que é fotografia macro?