Home»Artigos de Foto e Vídeo»Lentes Fisheye e Tilt-Shift: Uma introdução às lentes especiais

Lentes Fisheye e Tilt-Shift: Uma introdução às lentes especiais

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
7
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

As lentes Tilt-Shift foram desenvolvidas, especificamente, para atender aos anseios dos profissionais em arquitetura e paisagismo, que desejavam obter lentes que corrigissem as linhas dos edifícios (quando fotografados de baixo para cima), eliminassem distorções de perspectiva e fizessem um perfeito enquadramento de todos os elementos da cena.

A queixa desses profissionais era que, ao apontar a câmera DSLR para o topo de um edifício, devido ao efeito da perspectiva, este, tendia a afunilar-se, ficando mais largo em sua base e mais estreito à medida que observávamos o seu topo. As lentes Tilt-Shift, portanto, corrigem esse efeito de funil dos edifícios, tornando as suas linhas retas através da lente da câmera.

Outra função dessas lentes fotográficas, como já foi dito, tem a ver com o registro de paisagens, pois, para conseguir enquadrar toda uma cena por igual, a alternativa que possuía alguns fotógrafos era inclinar a câmeras fotográfica para baixo, a fim de enquadrar toda a cena através da lente. Com as lentes Tilt-Shift, esse problema é solucionado, bastando apenas inclinar a lente e não a máquina, para baixo, a fim de enquadrar toda a cena diante dos olhos.

Isso é possível graças a uma profundidade maior da cena, que deixa todos os elementos em foco, desde o ponto principal até os elementos que compõem o plano de fundo. Já as lentes Fisheye, surgiram da necessidade de se criar novos efeitos para a elaboração de fotos artísticas, já que as permitem a captura de uma imagem arredondada (curvada nas suas laterais) dando uma sensação de amplitude e um efeito quase que surreal para a imagem.

Como funcionam as lentes Tilt-Shift e Fisheye
lente fisheye

As lentes Fisheye ou “olho de peixe”, como são popularmente conhecidas, funcionam, basicamente, através de uma lente grande angular, que capta todos os elementos posicionados num ângulo de 180º em relação ao fotógrafo. O resultado disso é uma visão panorâmica, arredondada e com um efeito tipicamente artístico, que é o que esse tipo de lente propõe.
lente tilt-shift efeito

Já as lentes Tilt-Shift, devem o seu funcionamento à inclinação (tilt) das lentes (ao invés da câmera) e o seu deslocamento (shift) tanto para a direita como para a esquerda. Essa inclinação e deslocamento permitem, portanto, que todos os elementos sejam focalizados, ou apenas um ponto específico; fazendo com que todo o plano de fundo fique desfocado.

Essa técnica é conhecida como “foco seletivo”, que produz, entre outras coisas, efeitos singulares como a impressão de que o objeto central tem a forma de um brinquedo em miniatura e de que todo o plano de fundo se transformara em um imenso borrão.

Um efeito artístico, o resultado da criatividade dos fotógrafos ao usarem um artifício que tem uma função prática (relativa ao trabalho dos arquitetos e dos paisagistas), para efeitos com um teor reconhecidamente artístico e que estimulam a criatividade na captura de imagens fotográficas.

Como se produzem os efeitos singulares com as lentes Tilt-Shift
lente tilt-shift

O principal efeito, como já foi dito, do uso das lentes Tilt-Shift é a miniaturização de determinado ponto, em relação aos demais presentes na cena. Isso se dá graças ao uso do “foco seletivo”, que acaba desfocando de forma intencional apenas uma parte da cena, enquanto o elemento ou elementos principais ficam em primeiro plano em forma de miniaturas.

A atitude inicial a fim de obter essa “ilusão de ótica” é capturar uma foto de cima para baixo, marcar toda a área da imagem que deverá ser o foco principal, aumentar o filtro para que todo o resto fique desfocado e, enfim, regular adequadamente a câmera para que obtenha uma impressão de degradé.

Feito isso, conclui-se o processo através da seleção da área focada, aumento da saturação, do contraste; resultando na ilusão de que determinado objeto foi diminuído em relação a todos os elementos que estão à sua volta.

As lentes Tilt-Shift, juntam-se a outros avanços tecnológicos nessa área, como o live view, as lentes Fisheye, entre outras. Que propõem o uso das câmeras fotográficas em todas as suas possibilidades, transformando pessoas comuns em verdadeiros artistas, estimulados por todas essas inovadoras funcionalidades e recursos de tratamento e captura de imagens fotográficas.

Curiosidades sobre as lentes Tilt-Shift e Fisheye
lente fisheye curiosidades

As lentes Tilt-Shift e Fisheye, como já foi dito, inicialmente foram criadas para resolver problemas de ordem técnica, mas que, devido à criatividade de inúmeros fotógrafos espalhados pelo mundo, acabaram tornando-se um instrumento de criação artística; transformando imagens, consideradas comuns em condições normais, em uma experiência visual única.

Esses tipos de lentes são, basicamente, projetadas para serem utilizadas em câmeras do tipo reflex, mais conhecidas como câmeras DSLR, e que podem custar até US$ 3000 dólares, diretamente dos Estados Unidos.

Portanto, não é um tipo de lente geralmente indicada para fotógrafos amadores devido, entre outras coisas, o seu alto valor. O recomendado é que se invista em câmeras com preços mais acessíveis e que já possibilitam a captura de imagens semelhantes às captadas pelas lentes Tilt-Shift.
fisheye e tilt-shift smartphones

Outra opção é o uso de inúmeros aplicativos para smartphone que possuem ferramentas para a obtenção desse efeito Tilt-Shift ou o Fisheye, como: Tiltshift, Leme câmera, Awesome Miniature, entre outros. Todos reproduzindo o efeito das lentes Fisheye e Tilt-Shift, e disponíveis para IOS e Android.

Graças ao aumento do interesse pela fotografia, proporcionado, principalmente, pelos inúmeros recursos disponíveis nos atuais smartphones, iPhones e tablets e os aplicativos que eles suportam, já há toda uma movimentação no mercado de tecnologia móvel, com a promessa de transformar esses atuais aparelhos em verdadeiros equipamentos fotográficos.

E fazendo com que os velhos point-in-shoot, tenham que dar lugar a aparelhos, com os quais é difícil competir, devido às suas incomparáveis dimensões, estilos e aplicativos que suportam.

Agora desejamos saber a sua opinião. Se ficou satisfeito ou deseja acrescentar algo mais sobre o universo das lentes Tilt-Shift e Fisheye, que deixamos de mencionar, fique à vontade para deixar sua opinião ou sugestão logo abaixo.

Post anterior

Lytro anuncia câmera com incríveis 755 MP e 300 fps

Próximo post

5 Dicas Para Você Mandar Bem Na Fotografia Sensual

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania