Home»Artigos de Foto e Vídeo»Vídeos 360 graus: Descubra como capturar imagens panorâmicas em tempo real!

Vídeos 360 graus: Descubra como capturar imagens panorâmicas em tempo real!

eMania https://blog.emania.com.br/content/uploads/2015/05/logotipo.png
eMania
4
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Você provavelmente deve ter notado que as principais redes sociais começaram a oferecer vídeos 360 graus. Agora, qualquer usuário pode capturar imagens panorâmicas e publicá-las como vídeo em seus perfis e/ ou páginas.

As cenas em 360 graus são incríveis. Elas permitem que o espectador tenha uma visão ampla da cena, dando a impressão que ele está fisicamente no local da captura. Com certeza você também deve adorar muito essas cenas, não é mesmo?

Mas você sabe como capturar vídeos em 360 graus? Quais os cuidados tomar nesse tipo de captura?

Se a sua resposta para uma ou todas essas perguntas foi não, fique tranquilo. Neste artigo você confere algumas dicas sobre vídeos em 360 graus e como capturar imagens panorâmicas em tempo real. Vamos lá!

Composição da cena

Em vídeos panorâmicos a câmera captura toda a cena. Por causa disso, o profissional precisa ficar atento a toda a composição.

Ao contrário do que acontece nas capturas normais, os vídeos 360 graus são mais amplos. Logo, você tem que manter todo o controle da cena. Se não fizer isso do jeito certo, alguma coisa pode aparecer no vídeo de surpresa e estragar todo o trabalho.

Antes de começar a gravar dê uma olhada em volta. Há algo que não deve fazer parte da cena? Todo o local está propenso para capturar vídeos em 360 graus? Acertados esses ajustes então coloque a câmera para funcionar.

Além disso, o seu papel como fotógrafo ou vídeo maker também é importante. Você deseja aparecer na cena? Se não quiser ser capturado vai precisar de equipamentos específicos para fixar a câmera ou colocá-la sobre a sua cabeça.

De qualquer modo, entender o que deve aparecer ou não em seus vídeos 360 graus é extremamente importante. Dedique um bom tempo para planejar a sua cena e decidir sobre a melhor composição para o seu caso, combinado?

Use um tripé

Você já assistiu um vídeo 360 graus? Com certeza percebeu que a estabilidade da câmera é algo extremamente importante nessa captura. Uma movimentação inadequada e o seu trabalho vai todo por água abaixo.

Além disso, a trepidação da câmera prejudica a experiência de quem assiste os vídeos 360 graus. Provavelmente, você não quer isso, certo?

Então, garanta que sua câmera está bem estável e sem nenhuma trepidação. Os equipamentos mais indicados para isso são os tripés ou monopés.

Contudo, existem outras soluções para esse problema também. Procure conhecer essas opções e veja qual é a melhor para o seu caso. Dependendo de sua composição, câmera e estilo de captura pode ser necessário lidar com outra forma de fixação da câmera.

Por outro lado, manter a câmera estável durante a captura dos vídeos 360 graus não significa que não pode movê-la. Porém, nesses casos a atenção deve ser redobrada.

Se a câmera será movida de um lado para outro durante a captura, você tem mais domínio sobre o ponto de vista do espectador. Porém, se o seu intuito é dominar a cena panorâmica, cogite utilizar equipamentos adequados para essa função.

Estes equipamentos fotográficos podem ser acionados por controle remoto e movimentam a sua câmera com leveza, o que diminui as chances de ruídos e borrões em seu vídeo.

Chegue mais perto, mas nem tanto!

Lembre-se que você vai trabalhar com uma câmera específica para vídeos 360 graus. Por conta disto, leve em conta a profundidade de campo das lentes a serem usadas durante a captura. Elas determinam o quão perto você deve chegar do assunto principal para deixá-lo mais nítido na cena.

Depois de ter esse dado em mãos, leve-o em conta na hora de planejar a filmagem. Se precisar se aproximar dos objetos faça isso, mas não exagere. Afinal, você não quer deixar a impressão irregular de um lado da câmera para outro, não é?

Ah, jamais utilize o zoom nesse estilo de captura. Como você provavelmente já sabe, ao usar o zoom perdemos qualidade na imagem. Enquanto em outros estilos de filmagem isso não é um problema considerável, nos vídeos 360 graus a qualidade importa e muito.

Não esqueça que esse estilo deseja transmitir naturalidade e colocar o espectador dentro da cena. Por isso, a qualidade da captura deve ser impecável. Logo, nada de ficar tentado a utilizar o zoom, pelo menos tente evitá-lo ao máximo.

Vale frisar também a importância da altura da câmera em relação ao chão. Ela não pode ficar muito baixa, nem muito alta. Sendo assim, calcule sua composição exata e teste diferentes alturas até encontrar a mais adequada para você.

Uma câmera muito alta perde partes da cena que ficam muito afastadas. Já quando está muito baixa perde a abertura da lente. Então, procure um meio-termo para o seu vídeo 360 graus.

Deixe o controle da cena com o espectador

Uma coisa bacana nos vídeos 360 graus é que você não precisa mover a câmera, se não quiser. As filmadoras já capturam todos os ângulos da cena, então basta se posicionar e fazer o vídeo.

Para que o espectador veja todos os ângulos da cena, basta que ele mesmo movimente o vídeo como quiser. Isso já acontece nas redes sociais como o Facebook, por exemplo.

Assim você tira a responsabilidade dos seus ombros de mirar a câmera em alvos específicos. Da mesma forma, o espectador tem muito mais contato e conexão com o seu vídeo. Experimente deixar o controle nas mãos do espectador e veja o que acontece. Tenho certeza que eles vão adorar!

No entanto, se você quer criar uma perspectiva própria em seu vídeos 360 graus, não tem problema. Você pode fazer na edição do vídeo, que é relativamente mais fácil do que movimentar o equipamento.

Apenas lembre-se de criar transições leves e estáveis entre as cenas. Não esqueça de manter a naturalidade em suas imagens, mesmo com algumas edições, combinado?

Agora que já sabe como criar seus próprios vídeos 360 graus, compartilhe abaixo suas expectativas ou experiências. Ajude outros leitores a compreenderem essa captura deslumbrante e criar imagens arrasadoras. Deixe o seu comentário abaixo!

Post anterior

Veja, em números, como está o mercado da fotografia no Brasil

Próximo post

Tudo para um Ensaio “Smash The Cake”

O Autor

Nizar Escandar

Nizar Escandar

Editor Chefe do Blog eMania