Como usar a compensação da exposição adequadamente na fotografia ?

0 385
Tempo de leitura: 4 minutos

As câmeras DSLR são ótimas aliadas do fotógrafo profissional, e cada dia mais dispõem de novos recursos e funcionalidades. Essa tecnologia auxilia muito o trabalho do fotógrafo em campo, tomando algumas decisões pelo profissional, inclusive.

No entanto, nem sempre as escolhas da câmera condizem com a necessidade real ou com o objetivo do fotógrafo. Nestes casos, é preciso uma pequena intervenção humana para garantir o resultado final da foto.

A compensação da exposição se encaixa exatamente neste ponto. Ela é um dos recursos que podem ser utilizados para corrigir a luminosidade da cena e salvar uma imagem, que de outra forma seria descartada.

Veja neste artigo algumas informações sobre a compensação de exposição na fotografia e aprenda a fazê-la do jeito certo, de uma vez por todas.

O que é a compensação da exposição?

compensacao da exposicao adequadamente na fotografia
Símbolo compensação da exposição em câmeras DSLRs

Dentro de sua câmera DSLR tem um componente chamado “fotômetro”. Ele é usado para medir a intensidade da luz na cena e assim encontrar a melhor configuração para capturar a fotografia. No entanto, ao contrário de nossos olhos, o fotômetro interno não consegue identificar contrastes muito acentuados.

Isso acontece porque a câmera é programada para medir em tom cinza. Como resultado, quando existe um padrão de cores contrastantes (preto e branco, por exemplo) a câmera acaba subexpondo (escurecendo) ou sobre-expondo (clareando demais) a imagem.

Para contornar esse problema, a maioria das câmeras contém a compensação de exposição. Esse recurso, também chamado de EV, ajuda a equilibrar as cores da imagem, mesmo quando a câmera não consegue fazer isso sozinha.

Na prática, a câmera vai selecionar um modo de exposição de acordo com os seus padrões de medição. Depois de tirar a foto, o fotógrafo deve olhar no visor e caso ela esteja muito clara ou escura, ajustar a exposição através do menu de compensação e tirar uma nova foto.

Como usar a compensação da exposição?

A primeira coisa que você deve fazer é decidir como será a sua foto. Em casos em que o contraste entre o plano de fundo ou objeto é muito grande, o fotógrafo precisa decidir quais dessas áreas deve permanecer iluminada na cena.

Vamos pegar como exemplo uma foto na praia em um pôr do sol. Nessas circunstâncias, é bem provável que existam sombras nas pessoas, deixando-as mais escuras na fotografia. Sendo assim, o primeiro passo é decidir quem será o tema principal desta foto: as pessoas na praia ou a paisagem?

Depois disso, existem basicamente três formas de corrigir a exposição da cena, veja elas abaixo:

1. Modo de medição

A primeira forma é através do modo de medição da câmera. A maioria dos modelos apresenta, pelo menos, três modos de medição. Entre eles:

Geral ou matricial: a configuração padrão da maioria das câmeras lê toda a cena e cria uma média de exposição, com base em todos os tons de luminosidade. Embora seja muito útil, na maioria das vezes, nesta opção não é possível selecionar o tema principal da foto. Por conta disto, em nosso exemplo, as pessoas da foto poderiam ficar subexspostas.

Pontual: pode ser usado para destacar uma pequena área do ambiente para o fotômetro da câmera. Desta forma, fica mais fácil decidir o que deve ser medido e como a exposição da cena deve ficar. Algumas câmeras ainda permitem que o fotógrafo escolha o ponto de medição, dando ainda mais controle sobre a exposição.

Nos modelos que não existem essa funcionalidade, é possível manipular a medição pontual. Para isso pressione o obturador pela metade e veja o ponto de medição piscar brevemente. Com o botão ainda pressionado pela metade, direcione o ponto para o local que deseja medir e pronto. Depois disso, basta voltar a enquadrar a cena e tirar a fotografia. A exposição será medida de acordo com a região que você escolheu na imagem.

Central: mede a região central da cena, geralmente onde se encontra o tema principal da foto. Também pode ser “manipulada” seguindo os passos citados anteriormente. Porém, é recomendada apenas para situações onde o contraste esteja mais ameno.

2. Compensação da exposição

Para os casos que o modo de medição não possa ser aplicado, ou o fotógrafo não queira, ainda existe a compensação de exposição. Neste caso é medida a exposição e visualizado o resultado no visor ou LCD.

Quando a cena está muito clara, a compensação de exposição deve ser positiva. Ou seja, entre + 1 ou +2 EV. Já nos casos em que ficou escuro demais, o fotógrafo deve selecionar -1 ou -2 para compensação da exposição.

No nosso exemplo usaríamos a compensação positiva para ajustar a exposição. Na maioria das vezes, +1 já é suficiente para regular os tons das imagens. Contudo, teste para ver quais das opções mais se encaixa em sua fotografia, combinado?

3. Cartões cinza

A terceira e última forma para ajustar a exposição da cena é através dos cartões cinza 18%. Esse tom de cor é o mesmo usado pela câmera para regular a exposição. Sendo assim, você pode usá-lo para equilibrar os tons de uma cena com muito contraste.

Ainda seguindo o exemplo da praia, você deveria primeiro enquadrar o cartão cinza para medir a exposição. Você pode seguir as mesmas orientações dos modos de medição, está lembrado?

De qualquer forma, vamos relembrar o passo a passo:

  1. Segure o botão obturador pela metade;
  2. Focalize o ponto de medição no cartão;
  3. Ainda com o botão meio pressionado, focalize a cena e tire a fotografia.

O cartão cinza ainda pode ser substituído por outros acessórios com esse mesmo tom de cor. Um tecido, uma camiseta, bolsa e qualquer outro acessório deste tipo também ajudam nestes momentos. Aliás, por esse motivo, muitos acessórios fotográficos possuem essa cor.

Vale lembrar ainda que a fotografia não é uma ciência exata. É impossível prever todas as circunstâncias e sugerir os controles exatos da compensação de exposição. Por esse motivo, cabe ao fotógrafo experimentar e testar todas as configurações.

A câmera deve ser tratada como uma extensão de seu corpo. Assim, você deve conhecer todos os ajustes possíveis que pode realizar nela. A prática continua sendo a melhor forma para colecionar aprendizados novos.

E você, já conhecia a compensação da exposição? Gostou dessas dicas? Deixe o seu comentário abaixo!

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Presumiremos que você está ok com isso, mas você pode cancelar se desejar Aceito Política de Privacidade