Home»Artigos»Como Montar um Negócio de Fotografia Profissional?

Como Montar um Negócio de Fotografia Profissional?

15
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Se você acha que a fotografia profissional se resume a sair pela rua e tirar belas fotos, não está totalmente errado, contudo vai precisar de muito mais que isso para criar um negócio legitimo e lucrativo. Na verdade há uma série de coisas para se preocupar, por exemplo, como fazer marketing para fotógrafos, questões legais para abertura de uma empresa, impostos, taxas e assim por diante.

Um negócio, em qualquer mercado, necessita ainda de comprometimento, dedicação e certo grau de paciência, pois nem sempre as coisas sairão como planejado. Entretanto, não precisa dispensar o seu sonho de negócio próprio e muito menos abandonar a sua carreira na fotografia profissional. Abaixo estão algumas dicas de como tornar este processo mais fácil, divertido e prático, então não desvie o olhar por nada!

Crie um site e uma presença na Web
Fotografia Profissional

A internet vem crescendo significativamente com o passar dos anos e pode ser uma excelente aliada para o seu negócio, principalmente, em seus primeiros. Desta forma, antes de fazer qualquer outra coisa, crie um site com imagens de alta qualidade mostrando quais os serviços que fornece e um portfólio com alguns de seus trabalhos, se houver.

Além disso, a web possibilita ao fotógrafo profissional alcançar o seu público alvo de forma certeira e mesmo assim atender a um número grande de clientes. Hoje em dia, existem diversas formas de você segmentar a audiência de seu negócio e com isso gerar muito lucro para sua empresa de fotografia profissional.

Também certifique-se de ter uma conta no Instagram, Facebook, Twitter e outras redes de mídia social. Elas são ótimas para gerar engajamento e novos clientes de maneira natural e a custo próximo a zero. Ah sim, e não esqueça de um blog, é muito importante levar conteúdo útil para seus potenciais clientes e compartilhar suas ideias é ainda melhor, não acha?

Registre uma empresa.
Fotografia Profissional abertura da empresa

Legalmente falando, o registro de uma empresa de acordo com as leis vigentes em seu estado, ou país, dá-lhe uma camada extra de proteção e benefícios que podem ser muito úteis no futuro.

Você pode se formalizar como Micro Empreendedor Individual, por exemplo, existem milhões de pessoas nesta categoria no Brasil atualmente, o cadastro é grátis e a única obrigação é o pagamento de uma pequena taxa mensalmente.

O melhor de tudo é que com seu CNPJ em mão pode abrir uma infinidade de portas, como desconto com fornecedores, empréstimos, benefícios diferenciados para empresa na abertura de conta bancária, financiamento pelo BNDES, direito a licença por doença ou maternidade, pensão por morte e por aí vai. Basta verificar no site Portal do Empreendedor se seu empreendimento de fotografia profissional se enquadra no regulamento e fazer a formalização online e em poucos minutos.

Abra uma conta bancária do negócio

 Fotografia Profissional banco

O objetivo de qualquer negócio é gerar uma renda, e quando você tem uma conta bancária dedicada a sua empresa, geralmente uma conta corrente é tudo que vai precisar, pode ter controles e ferramentas específicas feitas sob medida para as Pessoas Jurídicas.

Normalmente, você precisará apresentar um relatório de suas receitas ou um planejamento de faturamento para a abertura de conta, em contra partida, ficará mais fácil gerir as finanças e efetuar cobranças a partir de seu negócio.

Pague todos os impostos
Fotografia Profissional

Uma vez o grande empresário Silvio Santos afirmou: “Pague seus impostos em dia para que ninguém tome o que é seu”, eu não sei quanto a você, mas eu não irei contrariá-lo. As empresas podem ser tarifadas por diferentes taxas e impostos, de acordo com seu ramo de atuação, localidade, faturamento anual, etc. Talvez neste passo, o aconselhável seja a visita a um contador para uma explicação mais detalhada.

Todavia, não deixe de manter suas obrigações fiscais sempre em dia, guarde todos os comprovantes, siga a legislação a risca e mantenha um registro de seu faturamento. Ainda pode ser necessária a declaração de imposto, então fique atento e busque auxilio de seu contador de confiança.

Gerencie seu negócio
fotografia profissional gestão

Você pode ser o melhor fotógrafo dos próximos 30 quilômetros, porém se não gerencia a sua empresa de forma correta vai acabar desempregado, e quando falamos isso para um empresário, na maioria das vezes significa falido e cheio de promissórias a pagar.

Para evitar que o sonho da fotografia profissional torne-se um pesadelo terrível, mantenha o controle de seu empreendimento. Crie planilhas para controlar os seus gastos, faturamento, cartela de clientes, contas a pagar e receber, entre outros. Na internet pode encontrar diversos modelos destes relatórios prontos e muito fáceis de usar, pesquise e sobreviva no mercado.

Apareça e cresça
Fotografia Profissional

Eu sei, o ditado esta ao contrário, mas foi de propósito. Negócios não crescem se os clientes não tomarem conhecimento de sua existência, deste modo você precisa literalmente “aparecer”. Este é um dos passos mais importante, chamamos de networking, ou simplesmente, criar uma rede de contatos. Através desta rede você se torna conhecido, aumentar o negócio, colabora com outras pessoas, e, como resultado, estas mesmas pessoas podem se tornar seus clientes.

Mais do que qualquer outra coisa, isso é o que você terá que fazer para garantir renda. Para sobreviver o seu negócio precisa garantir não só o pagamento das despesas e lhe trazer lucro, como gerar uma comunidade em volta dele. Você vai precisar ser social, sair e falar com as pessoas, mais especificamente com as pessoas certas que podem lhe trazer uma renda. Inúmeros profissionais de fotografia tem feito isto e ganhando milhões, o social é a próxima fase do sucesso.

Tem mais alguma dica sobre a abertura de um negócio profissional de fotografia? Informe abaixo.

Comentários

comentários

Post anterior

Monitoração-Monitores Profissionais

Próximo post

Olympus: de materiais médicos à pioneira de câmeras digitais