Home»Dicas de Fotografia»As 7 perguntas mais comuns sobre Monopé

As 7 perguntas mais comuns sobre Monopé

eMania
13
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Enquanto um bom tripé resistente muitas vezes é melhor para a estabilização de seu equipamento fotográfico, existem momentos em que um monopé é mais conveniente ou pode ser uma grande ajuda no apoio de combinações entre sua câmera e lentes maiores.

Outro fator interessante é que a maioria dos fotógrafos não sabe como usar um monopé corretamente, ou possuem algumas perguntas frequentes que não são esclarecidas de nenhuma forma, por isso, decidimos compartilhar algumas dicas.

Ao comprar um monopé, você está procurando mais ou menos as mesmas coisas que você vai encontrar em um tripé, estabilidade e altura. É preferível obter a quantidade mínima de seções para sua altura desejada, cada ajuste adicional será uma fonte de instabilidade.

Tal como acontece com tripés, o melhor monopé de fibra de carbono, que combina grande rigidez com notável leveza. Claro que você pode usar um monopé sem cabeça, mas isso torna alguns tiros muito difíceis, especialmente, se você está fotografando em ângulos extremos.

Conheça neste artigo, as definições de monopés, sua utilização, o modo adequado para inseri-lo em sua fotografia com êxito, os truques para promover mais estabilidade ao seu equipamento, seu uso com as lentes e câmeras mais pesadas e, ao termino, como fazer a relação entre monopés e cabeça Ball head dar certo e ainda muito mais.

1.   O que é um monopé?

Monopés, muitas vezes chamados de unipés ou monopod, são objetos rígidos, sobre o qual a câmera será anexada para fornecer maior estabilidade e, por fim, evitar fotos borradas. Essa foi a principal missão para a concepção do Monopé, embora também sejam muito utilizados em inúmeras outras finalidades. Nos dias atuais, no entanto, a tendência é usá-lo sob a forma de um pau de selfie para usar com câmeras dos telefones celulares.

De acordo com seus diferentes modelos, um monopé vem com uma ampla gama de preços, desde o mais simples até versões mais complexas com cabeças especiais, controles e pés diferenciados. Alguns deles pesam não mais que 6 gramas, especialmente, os modelos conhecidos para pau de selfie, já outros podem ultrapassar os 3 quilos, levando-se em conta a qualidade do material e acessórios.

2.   Qual a utilização do monopé?
monopé utilização

Além de prevenir o borrão de movimento em imagens estáticas e evitar a trepidação da câmera digital em vídeo, o monopé tem vários outros usos práticos, bem como aplicações criativas. Fotógrafos de esportes, por exemplo, usam do monopé para suportar o peso de lentes de telefoto super longas, também gostam da portabilidade rápida e precisa que este equipamento oferece para se deslocar de um lugar para outro em busca do melhor ângulo.

Os fotógrafos de vida selvagem fazem uso do monopé por razões muito semelhantes, mas destacam que pode ser levado pelas paisagens de forma mais fácil, devido ao seu baixo peso em comparação com um tripé tradicional.

Os profissionais em fotos de rua, muitas vezes, somam a utilização de um monopé como uma bengala e um dispositivo para conseguir fotografias mais constantes. Já em relação aos fotógrafos viajantes, gostam de usar o monopé para obter perspectivas elevadas e ângulos exclusivos, usando os recursos de extensão superiores desta ferramenta fotográfica para direcionar a sua câmera completamente para o alto, ou para baixo.

Os amantes de vídeo podem utilizar para conseguir o efeito panning ou qualquer rastreamento suave. Também usam do monopé ​​como dispositivos de steadicam mais acessíveis. O monopé é um acessório valioso e acessível para câmera digital SLR que pode ajudar o fotógrafo na criação de imagens e vídeos acima da média.

3.   Como usar um monopé corretamente?
monopé usar corretamente

Na elaboração destas dicas nos deparamos com uma quantidade de informação que pode ajudá-lo a obter o máximo do monopé para suas fotos. Alguns fotógrafos são meio inconsistentes quanto ao uso de monopé em sua vida de fotografia profissional. Por isso, aqui estão algumas dicas que irão melhorar a sua capacidade de obter o máximo proveito e conseguir imagens mais nítidas do que nunca.

Os dois usos mais comuns do monopé são para o esporte e para a fotografia da vida selvagem, estilos conhecidos por fotografar pessoas e animais em movimento rápido e principais modos de fotografia a serem afetados por borrões em suas fotos. Logicamente, velocidades de obturação rápidas certamente ajudam a reduzir o borrão de movimento, mas você também pode conhecer algumas dicas simples sobre como usar o monopé corretamente e remover este problema de uma vez por todas.

Crie um segundo ponto de contato
monopé ponto de contato

Usar o seu monopé com a perna apontada diretamente para baixo, em uma posição perfeitamente vertical, entre os seus pés é o melhor método de usá-lo, sem dúvida. Entretanto, apenas um ponto de estabilidade em contato com o solo não é a forma mais estável de usar um monopé, você ficaria surpreso com a vulnerabilidade que esta configuração oferece para as suas imagens.

Definitivamente, este é o tipo de coisa que a maioria dos fotógrafos faz e traz uma infinidade de resultados satisfatórios. Você pode obter nitidez adicional e, talvez, permitir velocidades do obturador mais lentas quando adiciona um segundo ponto de contato com o solo.

Há várias maneiras de adicionar este segundo ponto de estabilidade que irá reduzir a trepidação de qualquer câmera e pode melhorar a sua fotografia significativamente. Vamos conhecer algumas delas na sequência.

A primeira maneira consiste em adicionar uma segunda ligação física a um objeto estacionário em ambos os lados do seu monopé. Esta poderia ser uma árvore, um poste, uma cadeira ou qualquer coisa sólida que possa executar tal função. Alguns fotógrafos utilizam, até mesmo, o peitoral de uma sacada ou rochas, tudo depende do resultado desejado.

Você também conseguiria o mesmo efeito ao posicionar sua câmera, o seu braço, ou talvez a perna do monopé de modo que ele fique tocando um objeto fixo e, assim, reduzindo o movimento para frente e para trás, para os lados ou mesmo ambos. Um exemplo claro desta técnica é utilizar de seu pé como apoio para o monopé, fornecendo suporte para a perna do equipamento.

A escolha do melhor ajuste para usar o seu pé como segundo ponto de apoio para o monopé, vai depender de seu método para capturar as fotos. Ou seja, se você atirar com a mão direita coloque o seu pé esquerdo para frente. Em seguida, toque a perna diretamente na parte interior de seu pé direito. Assim, seu monopé deve então se apoiar firmemente contra o interior de sua perna direita para criar esse segundo ponto de contato que mencionamos anteriormente.

Estas duas técnicas sobre como usar um monopé podem permitir que você use uma velocidade mais lenta e ainda obter fotografias nítidas. Elas não são tão estáveis ​​como a utilização de um tripé para câmera, mas muito melhores do que a maioria dos fotógrafos amadores faz quando utilizam um monopé em sua fotografia.

A terceira dica sobre como usar um monopé de uma maneira melhor é pensar em suas duas pernas e o monopé, mais especificamente como eles podem trabalhar juntos semelhante a um tripé. Neste caso, a ponta inferior da perna é posicionada no solo dois pés na sua frente. Os seus dois pés estão afastados e você se inclina para frente, colocando alguma pressão descendente sobre seu equipamento. Está força súbita irá melhorar a estabilidade do seu equipamento.

Apenas seja cuidadoso, verifique se os fechos da perna do equipamento estão seguros e estão em boas condições de trabalho para não causar nenhum acidente com o seu equipamento, ou com você mesmo nesta técnica.

4.   Relação monopé e cabeça Ball head – Tem como dar certo?
monopé cabeça

Há outra perspectiva com a técnica que falamos a pouco, conhecida como “tripé humano”, onde o fotógrafo utiliza de suas próprias pernas em conjunto com o monopé para criar um efeito parecido com um tripé tradicional. Este novo ponto de vista adiciona uma cabeça Ball head ao equipamento.

Com este pequeno acessório em seu monopé, a câmera pode ser posicionada totalmente para cima, uma visão excelente se você está fotografando um pássaro em uma árvore, por exemplo. Neste caso, o fotógrafo poderia inclinar-se para trás e fornecer menos peso sobre o monopé.

Utilizar um monopé com uma cabeça Ball head lhe permitirá ajustar o ângulo de sua câmera para fotografar qualquer coisa lá em baixo, ao nível dos olhos ou para o alto, de acordo com a sua necessidade. Está configuração pode ser utilizada em quase todos os estilos de fotografia, mas com um tom especial para fotografia da vida selvagem e casamentos.

Você também pode usar este equipamento fotográfico para estender a altura de sua câmera e obter uma vista olho no olho com suas fotos de pássaros, por exemplo. Um temporizador automático também é uma opção, mas você perde a capacidade de cronometrar sua foto com muita precisão. Para obter um melhor tempo, no entanto, experimente anexar um controle remoto do obturador para sua câmera e tirar sua foto com sua câmera montada no alto do monopé.

5.   Monopé com uma lente e anel de montagem?
monopé lente

Você já se perguntou por que os fotógrafos de esportes utilizam um monopé mesmo podendo capturar com uma velocidade de obturador extremamente rápida para congelar a ação? Com certeza, não é para evitar o borrão de movimento.

Ele também é uma ótima ferramenta para, simplesmente, tirar o peso de seus braços e reduzir a fadiga muscular durante a sessão de fotografia. Os fotógrafos de esporte, particularmente, usam de lentes pesadas o que pode ser um desafio gigantesco para os músculos em uma série longa de fotos.

Da mesma forma, esses equipamentos fotográficos são muito caros e nenhum fotógrafo profissional quer arriscar qualquer tipo de acidente com eles. Por conta disto, a maioria deles faz uso do anel de montagem da lente, uma forma certeira para anexar a lente ao seu monopé da maneira mais estável possível.

A maioria das lentes de telefoto longas já tem um anel de montagem da lente que é o ponto de equilíbrio central quando anexado a uma Câmera DSLR. Estes anéis têm um botão no colar que você pode soltar o suficiente para permitir a câmera rodar sem ter que usar uma cabeça de tripé em seu equipamento.

6.   Quais as desvantagens de um monopé?

Monopé eMania

Enquanto há diversas vantagens no uso de um monopé, também existem algumas desvantagens que você precisa levar em conta antes de incluir este equipamento em seu kit de fotografia profissional. O principal inconveniente de carregar é que ele restringe a sua mobilidade. Embora seja verdade que ele não limita seus movimentos, tanto quanto um tripé, um monopé ainda irá bloquear seus movimentos. Você tem que levá-lo sempre junto de si, e ajustá-lo entre os disparos.

A assistência que um monopé oferece também é limitada. Este equipamento realmente não vai ajudá-lo com a estabilização e nitidez em velocidades mais altas, porque você simplesmente não precisa da ajuda nessas situações. Quando o obturador da câmera está abrindo e fechando a uma velocidade muito rápida (digamos, 1/500 de segundo), sua câmera não vai registrar pequenos movimentos. Na verdade, desde que você esteja em conformidade com a regra de reciprocidade, você não deve precisar de estabilização para ajudar com a nitidez de suas fotos.

Um monopé também é incapaz de salvar você quando quiser usar uma velocidade muito lenta do obturador, isso porque os movimentos leves apresentam um borrão em suas fotos. Uma vez que a velocidade do obturador é mais lenta do que cerca de 1 segundo o monopé definitivamente não vai salvar a imagem.

7.   Devo comprar um monopé?
monopé comprar

Está pergunta é a mais comum de todos os questionamentos sobre monopés que conheço. Inúmeros fotógrafos, amadores ou profissionais, indagam se vale a pena comprar um monopé. Devemos concordar que um número imenso de profissionais aproveita este equipamento em sua sessão de fotos, e eles fornecem suporte e estabilização enquanto você está fotografando. Por outro lado, um monopé limita seus movimentos e não fornece os mesmos benefícios que um tripé, em nenhum ponto.

Então, você deve comprar um monopé? A resposta curta é sim, se você pretende capturar a vida selvagem,  imagens de esportes ou até imagens cotidianas no qual precisa de um movimento mais rápido. Caso contrário, eu não acho que o monopé será útil para você. Com esses prós e contras que vimos em todo este artigo, é possível concluir que  é um equipamento fotográfico e de filmagem que pode ser ocasionalmente útil..

Contudo, se você tiver problemas para apoiar sua câmera ou segurá-la firme, tente um monopé. Mas caso contrário, não. Você provavelmente não quer carregar um equipamento com você que será útil apenas algumas vezes, não é mesmo?

Em resumo, compre para os estilos de fotografia mencionados acima, caso contrário esta decisão fica por sua conta e risco. Alguns fotógrafos dizem que é melhor ter, há um pouco de verdade nisto, afinal, melhor pecar por excesso do que falta. Porém, isso vai depender de seu orçamento, confira alguns modelos amadores e profissionais em nossa loja online eMania – Foto e Video em http://www.emania.com.br/

Conclusão sobre o monopé
monopé conclusao

A linha inferior é que, quando possível, você pode utilizar outra parte do seu corpo para bloquear o monopé para aumentar a estabilidade. Tente cada método e veja qual é o mais adequado para suas necessidades de fotografia e estilo. Quanto ao tipo de cabeça para usar, se houver, está será uma escolha pessoal e de acordo com aquilo que você precisa.

Utilize também deste equipamento para promover maior segurança as suas ferramentas de trabalho e conseguir ângulos e perspectivas totalmente diferenciados, como sempre, a imaginação será o ingrediente indispensável para obter fotos deslumbrantes com a utilização de um monopé.

Não podemos nos esquecer de salientar novamente o diferencial de peso e dimensões de um monopé, se comparado com um tripé tradicional. Esta escolha é matadora para aqueles fotógrafos profissionais que precisam se movimentar com frequência e, para isso, necessitam de um equipamento com maior mobilidade.

Finalmente, uma vez que todos nós aprendemos uns com os outros, nós adoraríamos vê-lo compartilhar conosco como você usa seu monopé na seção de comentários abaixo.

Post anterior

Filtros ultra-resistentes da Sigma

Próximo post

Como Fotografar Retratos Empresariais