Home»Dicas de Fotografia»Como conseguir fotos de cachoeiras arrasadoras?

Como conseguir fotos de cachoeiras arrasadoras?

2
Compartilhamentos
Pinterest Google+ WhatsApp

Cachoeiras são obras admiráveis da natureza e seu registro, ao longo do tempo e da evolução da fotografia, tem arrancado milhares de suspiros de todos os observadores desta arte que, muitas vezes, é registrada através de rápidas e concisas fotos.

As melhores fotos de cachoeira são resultado de muito empenho, técnica e tentativas de alcançar o enquadro ideal a que o fotógrafo busca continuamente. Além disso, os profissionais precisam estar sempre se aperfeiçoando, conhecendo os avanços de seus equipamentos e procurando por oportunidades para fazer um belo e, por que não, surreal registro.

O Brasil é um país rico em fauna e flora, com uma vasta gama de cachoeiras e quedas d’água por todo seu extenso território. Algumas das paisagens mais admiráveis do mundo estão nas terras brasileiras, uma excelente oportunidade para os fotógrafos locais.

E se você quer aproveitar para explorar o universo das fotos de cachoeira, capturando cada linda imagem que é formada pelos incríveis “véus de noivas”, prepare-se para conhecer algumas das principais dicas de como conseguir fotos arrasadoras!

Passo a passo para as melhores fotos de cachoeira:

1- Conheça sua câmera e seus equipamentos:

O trabalho do fotógrafo começa, essencialmente, pelo estudo e conhecimento de cada uma das partes que compõem e integram sua câmera fotográfica. Cada uma das configurações e dos ajustes conferem a foto um toque especial assim como cada equipamento fotográfico e recurso disponível para uso também enriquecem o resultado final do trabalho.

Um bom profissional conhece todas as vertentes de seus equipamentos!

Para tirar as melhores fotos de cachoeira o primeiro, e mais importante passo, é saber tudo o que sua câmera pode produzir, afinal, os conhecimentos técnicos, também, contribuem muito com o trabalho.

É importante que o profissional saiba, por exemplo, qual a capacidade de armazenamento da câmera e quantos cartões de memória estão em mãos para o desenvolvimento de um maravilhoso trabalho fotográfico. Quais os indicadores de qualidade de sua máquina, quais lentes você tem disponível para levar até a cachoeira?

Tudo isso conta para quem quer tirar uma espetacular foto de cachoeira! Quanto mais informações, mais preparado o profissional estará para este momento único.

Vale ressaltar, portanto, que todo preparo do momento da captura contribui com um melhor alcance nos resultados observados no trabalho, posteriormente. Por isso, gaste tempo buscando aprimorar-se nestes detalhes!

2- Defina o lugar que será fotografado:
fotos de cachoeira local

Para que o preparo seja mais eficiente, é necessário saber para qual lugar seu equipamento está sendo arrumado para fotografar. Lugares diferentes exigem, sim, equipamentos e recursos diferentes para que o registro das paisagens seja feito com uma qualidade assegurada.

E, por mais que sair por aí, sem destino para fotografar, seja um convite atrativo para muitos profissionais, não é o ideal para aqueles que já possuem um objetivo preestabelecido e que precisam de foco durante a execução de seus trabalhos.

Se você quer fotos de cachoeira, deve escolher dentre todas as opções uma que mais lhe agrade para lhe direcionar todo o seu planejamento.

Desde o caminho a ser percorrido, que geralmente é feito através de trilhas, algumas só podem ser alcançadas de carro e outras apenas a pé, as condições que cercam a cachoeira, tipo de mata e de animais que ali vivem e assim por diante.

Tudo deve ser pensado previamente, para que nenhum tipo de imprevisto acabe por prejudicar a execução do trabalho.

3- Prepare-se para fotografar:
fotos de cachoeira prepare-se

Não permita que a omissão de algum detalhe estrague sua programação completa. Antes de sair para ir à cachoeira, faça um checklist para ter certeza de que nada está ficando para trás.

Câmera, lentes, tripé, cartões de memória, tudo está dentro da bolsa que o acompanhará durante o trajeto e a sessão fotográfica?

Por tratar-se de locais mais longínquos e de difícil acesso, visto que é mais comum que as cachoeiras estejam a quilômetros das cidades, pense também em levar água e algum tipo de alimento para você e para os demais que o acompanharão, se for o caso.

Não se esqueça que detalhes fazem toda diferença! Um bom profissional da fotografia não tem medo de se sujar nem de se molhar enquanto busca o ângulo ideal para a foto perfeita. Certifique-se de vestir roupas leves e que garantam sua agilidade, assim como sapatos confortáveis e bem seguros.

Lugar definido, caminho mapeado e estudado, materiais conferidos e checados, temos o terceiro, e último, passo dos preparativos finalizado. Agora é só focar na foto, propriamente dita.

4- Capture o movimento:
fotos de cachoeira movimento

Uma das coisas mais impressionantes e belas nas fotos de cachoeira deve-se ao fato de como a água se move magnificamente para o contexto externo da imagem. Imponente, sinuosa, cheia de energia e animação, o fluxo de uma cachoeira bem fotografada serve como um maravilhoso convite para uma mesma dança.

O desafio do fotógrafo é, justamente, capturar o movimento das águas, registrando tamanha majestade num quadro que será visto por muitas pessoas, em muitos tempos.

Há muitas maneiras de se capturar fotos de cachoeira e tudo depende e varia de acordo com o ponto de vista do profissional que está por trás da câmera, bem como de seu objetivo final.

É bastante comum que os fotógrafos prezem por registrar os véus de noiva formados pelas quedas d’águas, mas há aqueles que prefiram capturar, com maior nitidez, cada gota. Para objetivos diferentes, configurações diferentes e específicas.

São necessários alguns ajustes para que o trabalho seja desenvolvido de acordo com o que foi preestabelecido. Lembrando, ainda, que é possível tirar várias fotos, com focos diferentes, num mesmo ângulo.

5- Teste a velocidade do obturador:

A configuração mais elementar e fundamental para uma boa foto de cachoeiras e quedas d’água é, sem dúvida alguma, a velocidade selecionada para uso no obturador.

Antes de qualquer coisa, é preciso ressaltar, neste passo, que não existe uma velocidade correta ou uma errada para fazer fotos de cachoeira. Tudo depende, e varia, de acordo com o ambiente e com a paisagem que está sendo fotografada naquele momento.

O mais ideal, no caso, para registro do movimento da água, é o uso do obturador com velocidade lenta, algo em torno de 1/8. A regra padrão indica que o mais indicado é fazer um teste com velocidade inicial de 1/15, adaptando as configurações de acordo com a finalização desejada.

Vale destacar que baixas velocidades, ou seja, a lentidão na captura da imagem fará com que prevaleça o registro de fotos de cachoeira com o efeito “véu de noiva”, enquanto que com altas velocidades de registro, como por exemplo, 1/500, uma maior nitidez no quadro.

6- Use sempre o tripé:
fotos de cachoeira tripe

O tripé será essencial para casos em que a velocidade do obturador deva ser estabelecida como lenta, visto que é extremamente difícil manter as mãos imóveis por até vários segundos.

Para que as fotos não sofram trepidações e perca da qualidade, é necessário contar com este aparato, recurso fundamental no dia a dia fotográfico.

E, devido ao ambiente e a dificuldade, muitas vezes, de alcançá-lo, pode ser que o uso do tripé seja mais complicado, servindo como dica a possibilidade de que o fotógrafo encontre, então, algo que sirva de apoio, visando, apenas, que a câmera não fique em suas mãos.

Pode ser uma pedra, uma árvore. Use da criatividade para encontrar este apoio caso não seja possível fazer uso do próprio tripé.

Um lembrete importante, tratando-se da estabilização da câmera para que a qualidade da foto se mantenha intacta, é que se você estiver fazendo fotos com um estabilizador de imagem, não se esqueça de desligá-lo se a máquina já estiver estabilizada. Essa dupla função pode gerar um movimento indesejado que prejudicará o resultado final da paisagem registrada.

7- Fotografe sempre na hora certa:
fotos de cachoeira hora certa

Um dos passos mais importantes, também, para se conseguir fotos de cachoeira arrasadoras e que ainda faz parte do planejamento da sessão fotográfica, é a hora em que as fotos serão capturadas.

Um bom profissional da fotografia conhece cada um dos recursos naturais, dando suprema importância a cada um também. A luz, vinda do sol, tem uma influência magnífica na qualidade e na realidade de qualquer foto.

Podendo ajudar, ou prejudicar o resultado final, é importante estabelecer o quanto sua presença será de utilidade para o trabalho a ser desenvolvido.

Há paisagens que se ajustam perfeitamente ao pôr do sol enquanto que outras dão mais certo com o seu nascer ou com o horário de seu pique.

A hora certa é estabelecida pelos critérios pessoais do fotógrafo que as define de acordo com as especificidades de cada lugar.

Uma dica interessante, para aqueles que se dispõe de algum tempo livre, é aproveitar a paisagem por algumas horinhas, fotografando a paisagem em diferentes horários.

8- Compondo o quadro da fotografia:
fotos de cachoeira composi◊'o

Ao capturar uma foto da cachoeira, você deve preocupar-se com todo o contexto e fundo da paisagem. O que cerca a cachoeira? Há pessoas ou algum tipo de construção?

Muitos dos mais admirados trabalhos fotográficos que envolvem paisagens são compostos por comparações entre pessoas e objetos frente à natureza tão suprema e magnânima.

Por isso, ao estabelecer quais os elementos que estarão presentes no quadro observado pelo visor LCD de sua câmera, repare quais podem agregar mais valor a paisagem, propriamente dita. Talvez uma pessoa nadando no deságue da cachoeira? Ou um carro parado próximo a própria queda d’água?

Sem dúvida alguma a criatividade será o grande diferencial neste passo!

Cada fotógrafo deverá, portanto, compor sua foto de cachoeira da maneira mais adequada e agradável que lhe parecer. Alguns preferirão, inclusive, fazer uso apenas da própria natureza que cerca o local. Fica a critério de cada olhar elencar os elementos fundamentais a cena.

O importante é fugir da normalidade, dando um novo ponto de vista para a paisagem que, mesmo que já tenha sido fotografada outras inúmeras vezes, precisará chamar atenção por algum detalhe diferenciado.

Sobre o ponto de vista único e intransferível de fotógrafo para fotógrafo, vamos falar um pouco mais no próximo passo!

9- Invista em pontos de vista incomum:
fotos de cachoeira pontos de vista

As quedas d’água de Foz do Iguaçu são mundialmente conhecidas, tendo sido fotografas milhares de vezes e, num contexto assim, pode parecer difícil, ou até mesmo impossível, fazer um trabalho novo e revolucionador, certo? Não, está totalmente errado!

Cada profissional tem um olhar único e exclusivo, sendo impossível de ser copiado ou recriado. Sendo assim, um novo fotógrafo sempre agregará novidades para a paisagem, mesmo que o foco principal, no caso determinada cachoeira, seja o mesmo em vários tipos de trabalho.

Se fizéssemos um concurso, com muitos profissionais da fotografia, passando-lhes a missão de fazer fotos de cachoeira, sendo esta uma preestabelecida e igual para todos, dificilmente obteríamos fotos iguais ou semelhantes.

Isto acontece porque cada captura é diferenciada.

Saber investir em pontos de vista incomuns poderá ser o destaque principal do seu trabalho, o que, com certeza, renderá boas críticas aos seus projetos.

Siga, sempre, sua percepção do ambiente e confie nos seus instintos profissionais.

10- Cuidado com os equipamentos fotográfico!

O último passo é mais um lembrete, um aviso simples, que mesmo sendo óbvio, vale a pena ser recordado: Cuidado com seus equipamentos!

Câmeras, lentes, cartões, tripés, monopé e todos os demais equipamentos de uso fotográfico costumam ser um pouco caros. Além disso, estes investimentos são extremamente necessários para qualquer profissional que busque entregar bons serviços para seus clientes e, por sorte, estes recursos são comprados uma única vez, sendo que seus valores são pagos ao longo da execução dos trabalhos.

Estes equipamentos possuem uma longa vida útil, desde que sejam bem cuidados!

Fazer fotos de cachoeira requer atenção dobrada no manejo de sua câmera e de suas lentes, por exemplo, já que a umidade pode prejudicar a qualidade e a funcionalidade do equipamento, que ainda por cima, poderá ser danificado também.

Cuidado para não molhar as mãos ao fazer as fotos, preste atenção na direção do vento, para que as quedas d’água não prejudiquem seu material de trabalho e, sempre que possível, faça uso de capas de proteção.

Todo cuidado é pouco!

Fotografe, fotografe.

Passos seguidos é hora de por tudo em prática e trabalhar em fenomenais trabalhos fotográficos!

Você já fez alguma foto de cachoeira antes? Quais foram as experiências? E, se ainda não colocou tudo em prática, que tal seguir, agora mesmo, este passo a passo e colocar?

Deixe-nos um comentário sobre os resultados esperados e os que foram alcançados com nossas dicas!

Comentários

comentários

Post anterior

Novidades da Canon com compacta SX620 e lente 28mm

Próximo post

Microfone Rode e seus Acessórios - O que você precisa saber.